Religiosas María Inmaculada


Fazer a vontade de Deus em todas as coisas é o que eu quero
Santa Vicenta Maria
(AEE, d 7º, m 1ª)

Estas palavras de Santa Vicenta Maria sintetizam o que foi toda sua vida

vicenta maria

1847

Vicenta Maria nasce aos 22 de março de 1847, em Cascante, pequena cidade da ribeira de Navarra, na região de Tudela, em uma família cristã e rica daquela época.

 

1854

Aos sete anos, viaja pela primeira vez a Madrid, para a profissão de sua tia religiosa salesa. De abril a outubro de 1854, permanece na capital e se coloca em contato, por primeira vez, acompanhando sua tia Maria Eulália Vicuña, com o sofrimento e o alijamento das jovens doentes no hospital

 

1857

Muda para Madrid para completar sua formação. É uma jovem de seu tempo, que vive e conhece de perto uma realidade social injusta e excludente que mudará sua vida. Frequenta como aluna externa o Colégio São Luis dos Franceses.

 

1864

Experimenta a atração de Maria Imaculada e fomenta sua devoção em todas as pessoas com as quais tem contato, especialmente em Carabanchel, onde passa os verões e onde funda o “rosário vivente”.

 

1868

Decide fundar a Congregação das Religiosas de Maria Imaculada

 

1876

A busca do projeto de Deus sobre sua vida, sua experiência espiritual de ser preservada do mal pelo amor misericordioso de Deus, e a situação de precariedade e abandono social das jovens que imigravam à cidade decidem sua entrega para preservá-las do mal, fundando em Madrid a Congregação das Religiosas de Maria Imaculada.

 

1890

Faz sua profissão perpétua e morre em Madrid aos 43 anos

 

Vicenta Maria deixou-se seduzir por Jesus “pobre e humilde”, e tratou em toda sua vida de dar resposta ao amor recebido de Deus, voltando-o totalmente ao “amor e serviço” das jovens